terça-feira, 31 de maio de 2011

...Simplicidade...



Tire o extra do extraordinário.
Me entregue a sobra.
Quero a parte inteira e tão só da simplicidade.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

...Quente...


E o que me aquece é essa vontade insana,
Sem valsa ou compasso,
Sem rumo ou espaço.
É isso que me torna quente, ardente...
Quase inocente.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

...Papel e Tinta...


 
Se me permite dizer nas entrelinhas
Me vejo meio sua, meio suave nessas linhas
Papel e tinta pra me retocar
Letras e contos pra te despertar.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

...Mais que isso...


A vida é mais que isso.
Mais que sonhos e decepções
Mais que matérias e reflexões
A vida é mais que um papel em branco
Mais que ego ou vaidade
Mais que dinheiro ou banalidade
A vida é f.e.l.i.c.i.d.a.d.e.
É humildade na presença terna de pessoas simples
Entendo a vida aqui:
Na simplicidade
No linguajar rústico do trabalhador
Na pureza daquele olhar infantil
Na transparência do amor seguro
Na calmaria de um sincero abraço
A vida é aqui:
Na mente, na alma, no laço.

...Intensa...



Essa minha percepção
Hoje se faz assim:
Diferente do que ontem vi
Mais madura com o que aprendi.
Do amanhã não espero razão
Prefiro o sentir ao mero senão
Sou assim: intensa agora
Porque é na vida que o tempo vigora. 


segunda-feira, 23 de maio de 2011

...Cem faces...


Se faça uma só pessoa...
Sem faces nestas cem faces.



domingo, 22 de maio de 2011

...Me permita...


Que o “querer” me permita “ser”
Que essa saudade me permita “ter”
E que, ao ter, me permita o “certo”
E neste “certo”, eu não pense só.
Me permita, assim, sem razão alguma....
Me cubra, hoje, com vontade Tua.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

...Presença, amor e intensidade...

Bom, essa é a parte de falar delas. É... Aquelas que estão e vão comigo. Quero falar delas com o carinho que recebo diariamente, de várias formas e manifestos.  Posso exemplificar: tem aquela com uma sintonia única que, juro, não encontro explicações. Aquela que me liga quase todas as noites pra saber como foi meu dia, conversa que se fortalece a cada minuto de conselhos e confissões. É amor, zelo, torcida. Tem, também, aquela parceira e sincera, devo dizer, que se eu estiver numa festa furada, ela está lá... Numa festa top, ela está lá... Quando preciso, ela está lá. Vou longe quando falo de amizade. Tenho a amiga que fala exatamente o que penso, da maneira como eu sinto e me oferece colo, ombro, sorriso e experiência. Aquela que tem uma criatividade sem igual e faz com que cada encontro seja diferente, inusitado. Outra que é uma profissional de encher os olhos, um ser humano de valores simples, que me cativam... Ela me dá orgulho. Tenho uma amiga que cresceu comigo e crescemos juntas... Tá aí a madrinha do meu primeiro filho. Pacto.  Não posso deixar de falar daquela que me dá força sem saber, pelo que passou, quando me vejo sem saída. Há saída sim. Ela me mostra.  Hm... Não me esqueci daquela carente ao extremo, sensível, que quer presença e mais presença. E ela é presença. Tem aquela boa de conversa, de sentimento assimilado, que é linda no que faz, por experiência familiar. E aquela que preenche meus dias via online e via vida, se é que assim posso falar. Tá ali, sempre. Eu sei. E tem aquela que nem sempre está ali, mas quando aparece me faz acreditar que não há distância pra amizade alguma. Não posso deixar de falar daquelas amigas "recentes", que se fazem presentes na mesa do bar, num papo na piscina, mas que me acrescentam pelo que são, da forma mais pura e forte, como tem que ser para a manutenção do que chamo amizade. Enfim, fácil viver assim. Fácil me cercar de pessoas únicas, de amigas verdadeiras, de presença, amor e intensidade.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

...Noção de amor...



Vou expor aqui o que HOJE penso do amor. O amor é mais que paixão. É um sentimento por alguém de ‘’torcida e caminhar”. É parceria e interesse pelo seu dia de trabalho. É mais que uma noite linda... é naquela noite sem graça que o amor é presença. É no dia-a-dia, na hora de comprar o refrigerante que você gosta. É ceder. É o ponto forte da balança quando ela tende a arrebentar. É tecer uma vida com alguém por prazer e aceitar a pessoa como ela é. Amor, qualquer que seja ele, por qualquer pessoa que seja, para mim, é plenitude de sentimento. É transparência, entrega, ternura e zelo. É preocupação quando você não está em um dos melhores dias. É a luta conjunta por um só objetivo. Amor é maturidade. Divindade.

terça-feira, 17 de maio de 2011

...Fé...


Pode ser que eu seja, sim, precipitada, às vezes.
Inconsequente quando o impulso me toca,
Instigante se você me provoca.
Pode ser que eu tenha, sim, ousadia pra tentar de novo.
Coragem pra encarar o tempo,
Vontade pra viver o “sempre”.
Mas, de fato, sinto fé...
Certeza que me mantém acesa,
Viva,
Para o que der e vier.